BUSCA IMPLACÁVEL

taken_ver5_xlg

9.5Um agente da CIA aposentado (Liam Neeson) viaja pela Europa confiando apenas em suas habilidades para resgatar sua filha desaparecida (Maggie Grace), que foi sequestrada durante uma viagem a Paris, para ser negociada em um esquema de prostituição.

Quando resolvi assistir BUSCA IMPLACÁVEL pela primeira vez, pensei que fosse assistir a algum veículo de ação para o diretor/produtor especialista no assunto, o francês Luc Besson, diretor de filmaços como O PROFISSIONAL e O QUINTO ELEMENTO. Desde 1999, quando dirigiu sua versão de JOANA D’ARC, com Milla Jovovich no papel-título, Besson praticamente largou o trabalho de diretor, e passou a escrever e produzir filmes voltados para o gênero ação. A lista é vasta: O BEIJO DO DRAGÃO, com Jet Li, o sucesso CARGA EXPLOSIVA, com Jason Statham (CARGA EXPLOSIVA já está em seu terceiro exemplar), CÃO DE BRIGA, também com Jet Li e Morgan Freeman, entre outras produções. Mas o que todos estes filmes produzidos por Besson têm em comum? São todos medianos, alguns até com ótimos momentos, como CÃO DE BRIGA por exemplo, mas ainda assim, um filme regular. E quando BUSCA IMPLACÁVEL começou, imaginei ser algo semelhante. Porém, depois que o filme terminou, só dava para dizer uma coisa: COMO EU ESTAVA ERRADO!! De cara, BUSCA IMPLACÁVEL já traz um fator determinante que o diferencia do pool dos filmes de ação comum: LIAM NEESON. Que além de ser um dos melhores atores de todos os tempos (na minha opinião), e meu ator preferido no momento, mostrou que sabe ser um astro de ação, dando um show nas cenas de luta coreografadas à perfeição, e nas sequências de tiroteio. Outro fator que alavanca a produção é que o filme não tem medo de onde pode chegar. À medida que os minutos passam, o filme progride sua escalada em ação, suspense e MAIS ação. A história é simples? Sim. Reciclada? Diria que sim, também. Mas um bom filme de ação, às vezes não precisa de um ótimo roteiro. E sim de coragem para defender suas posições até o final da projeção. E BUSCA IMPLACÁVEL faz isso à perfeição. A direção é do também francês Pierre Morel, que até então havia dirigido apenas um filme: B13: 13º DISTRITO, com o dublê profissional/ator Cyril Raffaelli (que já participou de tantos filmes que vocês nem imaginam). Então, sua direção segura acaba sendo surpreendente. É que BUSCA IMPLACÁVEL é aquele filme em que tudo dá certo, querem ver? O filme seguinte de Morel, DUPLA IMPLACÁVEL, com orçamento inchado e John Travolta no papel principal, não chega nem aos pés deste BUSCA IMPLACÁVEL. O que prova que não basta somente dinheiro na produção para um filme ser bom. No mais, o elenco de apoio cumpre seu papel, com destaque para a belíssima Famke Janssen (a Jean Grey da trilogia X-MEN), no papel da ex-esposa do personagem de Neeson, e Maggie Grace (que ficou famosa como a Shannon do seriado LOST), no papel da filha sequestrada. BUSCA IMPLACÁVEL é um filme de ação modesto, porém realizado de maneira inteligente e profissional.

VEJA O TRAILER DO FILME AQUI:

taken_ver4_xlg

Deixe seu comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s